Seguidores

terça-feira, 10 de janeiro de 2017

Pequenos poemas

AMANTE
“Quando a noite chega
e você não vem,
sinto-me aflita,
preciso do teu pouso,
aqui nos lábios meus.”
Glorinha Gaivota - GG


Vago pela noite

 Vago pela noite,
sinto a brisa fresca no meu corpo leve.
As arvores sussurram algo que não entendo.
Os pássaros noturnos com seus olhos brilhantes
me observam em silêncio.
Sinto a paz que me transborda, não quero
parar, quero apenas seguir e deixar que
o vento me leve ao seu encontro.