Seguidores

quarta-feira, 8 de fevereiro de 2017

Aquele abraço

Braços que se abrem
para receber o
abraço dado
na euforia do momento
mágico,
Vivido no êxtase da
ternura sublime.

Pensamento,
nesta hora!
Fica cheio do mais puro
sentimento de
amor,
porque os braços!
Fecham-se,
no abraço
apertado e profundo.
Inerente amor,
que surge neste instante do abraço indecifrável,
não deixando o coração sentir
se é amor ou
simplesmente carinho.
Laço apertado do
abraço profundo,
envolvendo o coração,
no lusco fusco da paixão.
No âmago sublime no
prazer de abraçar.
Sublime abraço que
leva o coração a
palpitar extasiado
nos braços que
abraça, apertando a alma
com a ternura do
simples abraço.


Helena Correia